Mercado

4 erros que você deve evitar ao alugar um galpão logístico

Alugar um galpão logístico é uma excelente estratégia que pode auxiliar até mesmo a reduzir os custos operacionais. No entanto, essa é uma decisão que deve ser muito bem planejada, visto que alguns pontos podem fazer total diferença, tanto de forma positiva quanto apresentando desafios.

Para te ajudar nessa etapa, listamos aqui os 4 principais erros que devem ser evitados ao fechar o contrato de aluguel. Continue a leitura e tire suas dúvidas!

1. Deixar de verificar se a estrutura atende às necessidades da empresa

Existem diversos tipos de galpões logísticos diferentes, com características que visam atender os mais distintos tipos de produtos e as necessidades específicas que eles possuem.

Nesse caso, o ideal é avaliar a altura do lugar, iluminação, ventilação, a obtenção de licenças e autorizações e todos os aspectos que podem ser necessários para garantir o funcionamento, de acordo com as mercadorias que serão armazenadas.

2. Não conferir a qualidade da infraestrutura

Outro ponto que precisa ser avaliado com tempo e cuidado é a qualidade que a infraestrutura do galpão oferece. Isso envolve a situação da iluminação, o tipo de piso, as instalações elétricas, encanamento, entre outros.

Além da possibilidade de oferecer riscos à integridade dos produtos, problemas ligados a essas questões também envolve a segurança dos colaboradores e a eficiência das operações, que podem ser interrompidas para a realização de reparos.

Outro ponto que vale a pena observar é as medidas de segurança que o galpão oferece. Assim, vale a pena analisar a existência de sistemas de monitoramento e controle de portaria, por exemplo. Isso ajuda a inibir ações de criminosos e oferece maior proteção para as pessoas, veículos e cargas.

3. Não considerar a estratégia de localização

Uma das maiores vantagens de alugar um galpão logístico é a possibilidade de optar por uma localização mais estratégica — que envolve estar mais perto dos clientes em uma região onde a tributação é mais “leve”, por exemplo — ou estar próximo das principais vias para transporte.

A região onde o galpão está deve ser considerada principalmente quando se trata de um centro de distribuição. Deixar de levar em conta esses aspectos pode prejudicar a elaboração de rotas de entrega otimizadas, um transit time menor ou mesmo causar mais atrasos, por exemplo.

4. Deixar de planejar a capacidade de armazenagem antes de alugar um galpão logístico

Um dos principais objetivos de todo gestor é expandir as operações para conquistar um público cada vez maior, incluindo novas localidades.

Ao alugar um galão logístico, portanto, o ideal é avaliar a capacidade de aumentar o fluxo de materiais, veículos e processos na rotina da empresa. Isso é chamado de escalabilidade e é fundamental para alavancar o negócio sem que seja necessário escolher uma nova localização.

Como você pode ver, existem questões que devem ser consideradas antes de alugar um galpão logístico e que determinam o sucesso das operações ou os desafios que precisarão ser enfrentados. Ao submeter os critérios para aprovação listados aqui, você garante a melhor decisão para a sua empresa.

Gostou do nosso post de hoje? Então aproveite para conferir nossas dicas imperdíveis sobre a gestão da logística terceirizada!

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

PUBLICADO EM Mercado TAGS:

Desculpe, o formulário para comentários no momento não está disponível.