Mercado

Conheça as vantagens da descentralização das operações logísticas

O desenvolvimento de uma boa estratégia logística envolve, entre outras questões, tomadas de decisão e escolhas que determinam o futuro do negócio — seja para seu sucesso ou não. Entre elas, está a possibilidade de descentralização das operações logísticas e os impactos que ela pode causar nos resultados.

No artigo de hoje, explicaremos como a implementação pode ser feita e quais benefícios podem ser obtidos a partir dessa opção. Continue a leitura e tire suas dúvidas agora mesmo!

Do que se trata a descentralização das operações logísticas?

De maneira geral, a descentralização das operações logísticas pode ser definida como a distribuição de papéis para níveis hierárquicos menores ou demais áreas. Isso significa que as operações são descentralizadas do topo ou de apenas uma filial, por exemplo.

Como ela pode ser aplicada?

A ideia da descentralização é evitar que os níveis mais altos na hierarquia fiquem totalmente responsáveis pelas operações, proporcionando, assim, uma distribuição mais uniforme das demandas de um negócio.

Um bom exemplo disso é concentrar pequenas quantidades de estoque nas unidades (apenas o suficiente para atender a demanda), enquanto elas são abastecidas por um centro de distribuição (CD).

Dessa forma, ainda que o CD seja responsável por controlar a operação macro — negociar com fornecedores, acompanhar os níveis de estoque, fazer análise de curva ABC, entre outras —, são as unidades que devem monitorar as vendas, a quantidade de itens disponíveis e qual é o momento ideal para o ressuprimento.

Quais vantagens ela proporciona para o negócio?

Desburocratização dos processos

Quando determinado fluxo envolve várias pessoas e níveis dentro de uma organização, principalmente quando necessita de aprovações, a tendência é que se enfrente uma grande burocracia até finalizar o processo. Isso pode gerar perda de tempo, atrasos, inconsistências nas informações e diversos problemas que prejudicam a eficiência.

Com a descentralização, por outro lado, cada líder, área ou unidade possui suas atribuições bem definidas, podendo resolver diretamente suas questões.

Maior autonomia e agilidade na tomada de decisão

Com a desburocratização, ganha-se também em autonomia e rapidez na tomada de decisão. Isso se torna possível porque os processos se tornam menos engessados e a necessidade de aprovação direta é menor, passando a ser importante apenas em situações estratégicas e urgentes.

Aumento da eficiência operacional

Eficiência significa produzir mais, com mais qualidade e com a mesma quantidade de recursos disponíveis. A descentralização ajuda nesse sentido à medida que garante agilidade na finalização dos processos e aumento da produtividade.

Redução de custos

Ela já pode ser alcançada ao tornar os processos mais eficientes. Entretanto, existem algumas decisões que também contribuem para que isso se torne possível. É o caso do aluguel de galpões para a operação de um centro de distribuição: com essa escolha, a empresa é obrigada a investir em uma estrutura própria, ganhando em escalabilidade e possibilidade de expandir as operações, entre outros benefícios.

Viu só como a descentralização das operações logísticas pode ser uma excelente aliada na melhoria da gestão dos processos e no aprimoramento dos resultados?

Se você gostou desse post e quer saber mais sobre as vantagens que o aluguel de galpões logísticos podem proporcionar para a sua empresa, não deixe de entrar em contato conosco: estamos à disposição para tirar as suas dúvidas!

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

PUBLICADO EM Mercado TAGS:

Desculpe, o formulário para comentários no momento não está disponível.