Conheça os números da logística dos Jogos Olímpicos do Rio 2016

Os Jogos Olímpico do Rio 2016 vão mobilizar uma grande quantidade de trabalhadores, voluntários, atletas e integrantes de delegações. E para tal, será necessária uma grande estrutura especial de logística.

logistica jogos olimpicos rio 2016

A operação vai mobilizar 1.500 trabalhadores para receber, transportar e despachar cerca de 30 milhões de itens. Desse total, aproximadamente 980 mil são equipamentos esportivos. Para se ter ideia de alguns números, os Jogos Olímpicos utilizarão 840 bolas de basquete, 2.931 bolas de futebol e 25 mil bolinhas de tênis. Para o goalball, modalidade de futebol para deficientes visuais, serão utilizadas 2.300 vendas para os participantes.

Todo esse material precisa de um local para armazenamento. A organização do Rio 2016 vai utilizar dois centros de logística para armazenar o material utilizado para os Jogos. As unidades serão em Duque de Caxias e na Barra da Tijuca. As instalações totalizam 87 mil metros quadrados, sendo 40 mil m² nos galpões de Caxias, com 8 mil foram cedidos para empresas patrocinadoras, e 15 mil m² no centro da Barra.

“O centro da Barra [15 mil metros quadrados] servirá exclusivamente para armazenar o mobiliário da Vila Olímpica”, afirma o diretor de Logística dos Jogos, Fernando Cotrim.

numeros logistica jogos olimpicos rio 2016

Se a Vila Olímpica é um local tradicionalmente de diversidade étnica e cultura, não dá para esperar algo diferente dos centros de logística. Os espaços serão utilizados para guardar desde equipamentos para as mais diferentes modalidades, de futebol a vela, de ginástica olímpica à arco e flecha.

O Comitê Organizador gastou cerca de R$ 3 bilhões na aquisição de materiais e na contratação de serviços. Cada modalidade tem suas nuances e especificações. “Por exemplo: teremos de comprar uma cola que é utilizada pelos atletas do handebol para garantir maior aderência da mão à bola”, explica Cotrim.

Operações

Para o transporte e manuseio dos equipamentos dentro dos centros logísticos até os locais de competição, o comitê organizador contará com uma frota de 170 caminhões e 2 mil equipamentos de movimentação, como empilhadeiras, tratores e guindastes.

Os contêineres de equipamentos que chegarem no Centro de Logística do Rio 2016 serão organizados horizontalmente em cerca de 200 corredores, e verticalmente em sete andares. “Serão 26 mil posições de porta-paletes”, destaca Ronaldo Pinto, gerente de Operação Logística dos Correios no Rio de Janeiro. E alguns itens poderão ser reorganizados internamente criando novos contêineres com equipamentos necessários para envio a um local específico.

A organização dos itens é informatizada. Cada item é identificado com um código. Ou seja, é possível identificar sua localização remotamente.

O Comitê conta que entre os itens de movimentação que exigem mais cuidados estão os obstáculos de cross-country, parte da prova de Concurso Completo de Equitação (CCE), modalidade do hipismo.

 logistica cross-country jogos olimpicos rio 2016

Vila Olímpica

O Rio deve receber 16 mil atletas para os Jogos Olímpicos e 8 mil para os Jogos Paraolímpicos. Os apartamentos dos atletas na Vila Olímpica e Paralímpica Rio 2016 será equipada com mais de 34 mil camas e 100 mil cadeiras. No total de mobiliário, são cerca de 5 milhões de peças.

As áreas de convivência das Vilas receberão cerca de 24 mil sofás. A moradia dos atletas também contará com 19.300 TVs.

Avatar

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

0 Comentários

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois × 4 =