4 dicas para reduzir perdas no transporte de cargas

transporte de cargas tem alguns desafios que comumente levam a erros. Planejamento incorreto de rotas, uso inadequado de infraestrutura, falta de estabelecimento de boas práticas e não otimização de recursos fazem com que as perdas ocorram de maneira mais intensa.

4-dicas-para-reduzir-perdas-no-transporte-de-cargas.jpeg

Isso significa que a empresa gasta mais para realizar o transporte, fator que afeta a satisfação dos clientes e compromete seus resultados logísticos. Esse é um péssimo panorama, não é? Por isso, reduzir perdas no transporte de cargas se torna indispensável.

Quer saber como fazer isso no seu negócio? Então confira 4 dicas para conseguir essa redução!

1. Opte por uma embalagem adequada

Tome como exemplo a empresa que transportava óleos em caixas de papelão e em latas pouco resistentes. Uma das latas teve um furo e, no transporte, o produto vazou nas demais caixas. Ensopadas, elas se romperam e o cliente recusou o pedido, mesmo que somente uma das latas estivesse estragada.

Essa história serve para mostrar que um produto armazenado da maneira incorreta no transporte só pode significar uma coisa: perdas inevitáveis! O ideal, portanto, é investir em embalagens adequadas, resistentes e bem feitas para o produto que será transportado.

2. Treine a equipe de forma eficiente

Antes de acontecer o transporte é preciso haver o carregamento dos produtos, certo? Sendo assim, a equipe desempenha um papel fundamental no sucesso do transporte de cargas. O ideal, portanto, é garantir que a equipe seja treinada de forma eficiente para conseguir evitar as perdas.

Além disso, a equipe também deve ser treinada para o transporte em si. Bons motoristas, por exemplo, evitam acidentes, multas e problemas relacionados à segurança da carga, o que diminui as chances de perdas.

3. Tenha um bom controle de estoque

Se você achou que o estoque ficaria de fora, pode esquecer! Na verdade, o controle de estoque é uma das etapas mais importantes para o transporte de cargas sem perdas, já que é a partir dele que tudo começa.

É necessário, por exemplo, ter controle sobre o que está disponível em estoque para que seja feito um carregamento adequado dos produtos de acordo com o destino. Isso evita a logística reversa e também garante que o veículo certo seja escolhido para cada produto.

4. Considere o aluguel de galpões

Otimizar as rotas é um dos grandes problemas da logística de transportes, assim como o controle de estoques muito grandes. Para contornar situações como essas e conseguir uma redução de perdas, vale a pena considerar o aluguel de um galpão como uma possibilidade.

Além de expandir a área da empresa com custos menores e de aumentar a organização do negócio, os galpões podem funcionar como centros de distribuição. Localizados em pontos estratégicos, eles podem servir para fazer com que o transporte saia de maneira mais rápida, eficiente e próxima do cliente final, o que diminui os desafios e riscos de perdas.

Para reduzir perdas no transporte de cargas é preciso ter as embalagens certas, uma equipe treinada e um bom controle de estoque. De quebra, o aluguel de galpões pode funcionar como uma forma de conseguir resultados ainda mais convenientes para o negócio.

E já que os galpões são parte do assunto, aproveite para conhecer também quais são os principais tipos de galpões de armazenamento!

Avatar

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

0 Comentários

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois + dezoito =