A importância da logística para as empresas

A importância da logística está em fornecer as bases para o planejamento estratégico de uma empresa. Esse fator representa um grande diferencial para permanecer competitivo no mercado de transportes. Essa afirmação é reforçada pela opinião de diversos especialistas em gestão empresarial e marketing. Um bom planejamento logístico é crucial para que um negócio se destaque frente à concorrência.

A importância da logística para as empresas

De forma bem simplificada, a logística é um conjunto de técnicas, métodos e conhecimentos destinados a substanciar o fluxo de abastecimento de insumos, movimentação de mercadorias e estocagem. As suas atividades envolvem diversos departamentos, como suprimentos, comercial e finanças.

Tudo isso indica a relevância da área de transportes e incentiva a integração entre os demais setores para o aprimoramento de seus processos. Como resultado, é possível atingir as metas institucionais estimuladas e melhorar os resultados financeiros.

Mas, afinal, você sabe qual o impacto da logística para as empresas? Prossiga com a leitura deste artigo e conheça mais sobre o assunto!

A importância da logística na economia

O negócio de transportes é extremamente amplo e possui repercussão em toda a economia. Em termos amplos, o trabalho da área de logística é viabilizar que os produtos adquiridos sejam entregues aos seus clientes, de modo que seja proporcionado o fluxo de informações e pedidos. Contudo, essa é apenas uma das variáveis.

Ao pensar na distribuição de mercadorias, é preciso questionar a natureza de cada produto. São artigos comprados pela internet? São produtos agrícolas transportados do campo para os grandes centros urbanos? Ou trata-se da produção de minério que circula, majoritariamente, por ferrovias?

Como lidar com o transporte de materiais químicos e combustíveis de forma segura? Quais são os trâmites para lidar com a importação e a exportação de produtos? Todos esses aspectos e mercados demandam serviços logísticos para eliminar distâncias entre os fornecedores e consumidores.

Cada um desses segmentos interage e possui um fator em comum: a necessidade de transportar as suas mercadorias.

A redução de custos e de desperdício

No cotidiano de uma transportadora, é preciso desenvolver serviços cada vez mais eficientes, porém, mantendo os preços acessíveis para os clientes. É uma realidade no mercado de transporte rodoviário que as empresas contratantes buscam preços competitivos e não hesitam em contratar novos prestadores de serviço de transporte.

Por outro lado, a margem de lucro também deve ser mantida para que o negócio seja capaz de se sustentar e gerar rentabilidade cada vez mais alta — o que impede a redução de preços e afeta o planejamento financeiro.

A solução para esse impasse é atuar para reduzir os custos operacionais. A primeira etapa é identificar as oportunidades de economia e evitar desperdícios. Em seguida, é desenvolver de projetos de melhoria, como a implantação de programas de roteirização. Essa tecnologia cria a rota ideal para a entrega das mercadorias, obtendo, assim, a economia de combustível e o aumento da produtividade.

Um planejamento logístico cuidadoso repercute em todos os setores do negócio, promove a ampliação da infraestrutura de transporte, melhora o desempenho e cria estratégias capazes de expandir a sua participação no mercado.

A importância da integração

Um dos meios de impulsionar o crescimento organizacional é por meio da integração entre departamentos. É preciso incentivar o compartilhamento de informações, a criação de metas complementares e reduzir a burocracia.

Em uma gestão voltada para os processos, cada setor funciona isoladamente e mantém a própria rotina, focando apenas nas próprias atividades.

Contudo, quando a logística torna-se integrada, os setores são capazes de trabalhar juntos para garantir o cumprimento de objetivos, projetos e dos prazos estipulados. A logística aplicada à integração entre setores favorece o trabalho em equipe, realizado de forma positiva e proativa.

A relação com clientes, fornecedores e parceiros também pode ser beneficiada com medidas que criam relacionamentos mais próximos e transparentes. Como resultado, toda a cadeia de suprimentos é favorecida e o trabalho torna-se mais eficiente e preciso.

A inovação nas práticas sustentáveis

O modal rodoviário predomina como um dos meios de realizar a distribuição de mercadorias no Brasil. Com isso, o volume de veículos nas estradas aumenta a cada ano e o resultado é a elevação do consumo de combustível e dos níveis de poluição, que são expandidos na mesma proporção.

Conscientes de seu impacto ambiental e social, as transportadoras têm buscado rever seus processos de trabalho e implementar tecnologias consideradas verdes. Com isso, são desenvolvidas medidas que buscam:

  • diminuir a queima de combustíveis;
  • implementar reciclagem e reutilização de materiais;
  • incentivar o descarte correto de resíduos químicos;
  • evitar o desperdício;
  • assegurar o cumprimento da legislação ambiental;
  • tornar o consumo de energia e papel mais eficiente.

O equilíbrio entre a oferta e a demanda

Quando o assunto é a comercialização de produtos, dois aspectos se destacam e devem ser evitados. O primeiro dele é o dimensionamento incorreto da demanda, que se torna maior que a esperada. Nesse cenário, a falta de mercadorias disponíveis gera insatisfação nos clientes e a perda de negócios para os concorrentes.

Já a situação oposta apresenta um desafio de natureza financeira. Quando há mais produtos à venda do que clientes interessados, o estoque fica parado nas prateleiras. Isso representa um investimento que não pode ser convertido em dinheiro e resulta em perdas. Um das soluções é realizar promoções e oferecer descontos elevados. Contudo, não há garantias de que os resultados serão positivos.

Portanto, estimar a demanda deve ser uma tarefa conduzida com cuidado e precisão para atender as necessidades do mercado e planejar o abastecimento, garantindo a pronta-entrega.

Os clientes buscam transportadoras que são capazes de disponibilizar produtos e materiais na quantidade e condições exigidas, bem como no local estipulado e no momento certo. Tudo isso com a cobrança de preços justos e atrativos.

Essa é a competição diária que os profissionais que atuam no setor enfrentam. Por isso, é preciso estabelecer estratégias que assegurem o cumprimento de todos os esses fatores, desde o abastecimento até a distribuição da produção para os consumidores.

Os empreendimentos que se destacam são aqueles que são capazes de se adaptar a novas demandas do mercado, reduzir custos operacionais e garantir a inovação em seus processos.

A importância da logística atual vai muito além da simples movimentação de mercadorias. Suas funções são fundamentais para o gerenciamento de estoques, o desenvolvimento de serviços para suprir os requisitos de mercado e a satisfação dos clientes.

Agora você já conhece os fatores que tornam a atividade logística tão importante para os negócios e para a economia como um todo. Por isso, está na hora de conhecer as soluções oferecidas pela Log CP – Logística. Acesse o nosso site e nossos empreendimentos industriais e comerciais!

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

3 Comentários

  1. benedita trindade disse:

    otimo

  2. benedita trindade disse:

    otimo esclarecimento sobre o assunto

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!