Motores flex Dual Fuel chegam ao transporte ferroviário

A tecnologia Dual Fuel, similar aos motores flex de veículos de passeio, permite uso de combustíveis alternativos em motores maiores, como os de locomotivas. A inovação poderá trazer benefícios a empresas com a redução de custos de logística. A tecnologia foi desenvolvida pelo Centro de Pesquisas da General Electric (GE).

dual fuel locomotiva

O motor converte a eletricidade da locomotiva em potência para as rodas. Em média, o motor de uma locomotiva tem capacidade de 30 mil litros de diesel, com um consumo de 750 litros por hora.

O Dual Fuel usa novos combustíveis no lugar do diesel, como o gás natural. No entanto, não é possível cortar integralmente o consumo do diesel. Ao contrário dos veículos de passeio, não existe vela de ignição em locomotivas. Dessa forma, ainda será necessária uma quantidade do diesel para iniciar a combustão do gás natural.

Ainda assim, a economia é expressiva. O Dual Fuel pode funcionar com 20% de diesel e o restante de combustível alternativo. Isso não seria possível há décadas atrás, quando o gás natural era mais caro e menos disponível. O novo tipo de motor pode gerar não apenas economia com o consumo do combustível, como também possui maior autonomia em atividade, que pode até dobrar.

A tecnologia também pode ser aplicada em motores já em operação. Esse fator é crítico, considerando que a vida útil de uma locomotiva gira em torno de 40 anos. Empresas de logística que não estão em época de troca de suas frotas podem usufruir da tecnologia em suas operações apenas com a conversão de seus motores.

Avatar

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

0 Comentários

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois × 5 =