Os desafios do transporte multimodal

Os principais centros urbanos do mundo já sinalizaram que a adoção de diferentes modais é a melhor solução para o trânsito. No entanto, um estudo encomendado pela Rockefeller Foundation apontou que para promover um transporte sustentável de maior qualidade nas grandes cidades não basta diminuir o número de veículos. É preciso adotar um sistema multimodal.

transporte intermodal

O crescimento urbano da maior parte das cidades se deu de forma a permitir a circulação de um grande volume de veículos. Contudo, o longo prazo mostrou que os ajustes estruturais não conseguiriam acompanhar o crescimento do número de automóveis.

Dessa forma, a pesquisa listou os três principais desafios para implantação de um sistema de transporte de múltiplos modais.

Coordenação dos diferentes sistemas

O estudo apontou que o primeiro desafio para as cidades é a coordenação eficiente para a implantação de diferentes sistemas. Como o espaço é finito, não adianta tirar carros das ruas para lotá-las de ônibus e bicicletas.

A pesquisa também alerta contra a dicotomia “carros e trânsito” por ignorar o multimodalismo. É citado um exemplo de Tysons Corner, na Viriginia (EUA), onde foi uma construída uma grande estação de metrô para impulsionar o transporte coletivo, mas ela era acessada somente por carros, jogando por terra seu objetivo inicial.

Conciliação entre diferentes setores

Uma questão primordial é a parceria da atuação pública e privada. Com o crescimento dos serviços particulares de transporte, como o Über, acontece a disputa de espaço entre os diferentes modais. Em San Francisco, zonas de embarque do sistema público de transporte têm sido utilizadas por taxis e outros serviços privados, criando uma tensão entre as duas esferas.

É importante que haja uma harmonização da atuação dos dois setores para que sejam forças convergentes pela qualidade do sistema de mobilidade urbana. Além disso, tecnologias desenvolvidas por empresas podem ser aplicadas aos serviços públicos para a melhoria da qualidade de vida. E para tal, é necessário um bom relacionamento entre os serviços.

Equilíbrio entre os modais

Manter um equilíbrio entre as diversas formas de transporte é um desafio para as cidades. É necessário que a cidade tenha uma uniformidade na disponibilização de diferentes redes. O multimodalismo desmonta a atual concepção de deslocamento.

Ao invés de se utilizar uma única forma de transporte, possivelmente lenta e ineficiente para todos os trajetos, o multimodalismo aborda a utilização de diferentes redes para cada rota. Como exemplo: ir fazer compras em uma bicicleta alugada e voltar de taxi. Ou ir em uma bicicleta até uma estação de metrô/ônibus para distâncias maiores.

Para essa maior possibilidade de transportes funcionar, essas redes devem estar bem conectadas. Essa conveniência é essencial para as convencer as pessoas a abandonar o transporte individual e evitar a situação de caos do trânsito das grandes cidades.

Logística e imagem de marcaPowered by Rock Convert
Avatar

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

0 Comentários

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cinco + dezenove =