Galpão cross-docking: como usá-lo para otimizar seu armazenamento?

Você sabe o que é galpão cross-docking e como ele funciona? Não? Então chegou o momento de você conhecer melhor essa ferramenta que é importantíssima para a otimização do seu armazenamento.

Esse tipo de estratégia logística já vem sendo muito utilizada pelo mercado, principalmente pelas empresas de e-commerce. Também é muito indicada para companhias em crescimento, que necessitam de mais espaço para realizar a sua estocagem.

No post de hoje, explicaremos o que é o cross-docking e as suas funcionalidades. Ficou interessado no assunto? Continue a leitura até o fim e entenda mais sobre ele.

O que é galpão cross-docking?

O galpão cross-docking é definido como uma estratégia da logística para a distribuição de materiais, os quais serão recebidos por um armazém ou centro de distribuição (CD) e, o mais rápido possível, serão redistribuídos para que, enfim, sejam entregues ao seu consumidor final.

É nos galpões de cross-docking que acontecem essa transferências de cargas ou, como o próprio nome diz, o “cruzamento de docas”.

Essa metodologia consiste na transferência ou movimentação dos produtos da etapa de recebimento diretamente para a etapa de expedição, eliminando algumas etapas do processo de armazenagem — com o seu prazo em estoque limitado ou, se possível, zero.

Desse modo, os gestores dos CDs concentram seus esforços no fluxo das mercadorias e não em sua armazenagem. Por essa razão, essa estratégia também é conhecida como flow through — distribuição em fluxo.

Como funciona esse sistema?

O princípio básico do cross-docking é o roteamento dos produtos que chegam dos fornecedores e vão direto para os consumidores, sem a necessidade de estocagem. Para facilitar o entendimento sobre o seu funcionamento,vamos a um exemplo.

Consideremos a operação de uma rede de lojas de departamentos com 30 lojas instaladas em shoppings. Consideremos, ainda, que existam seis tipos de produtos, cada um com seu fornecedor exclusivo: roupas, sapatos, eletrônicos, eletrodomésticos, móveis e suvenires.

Desse modo, seis veículos, cada um de um fornecedor, chegam ao galpão pelo lado da entrada. Trinta caminhões entram pelo lado da saída. Os produtos, ao passo que são retirados dos veículos dos fornecedores, são encaminhados, ou seja, roteados, para os caminhões que levarão os produtos para as lojas, na quantidade exata para cada cliente. Essa operação demanda um curto prazo e dispensa qualquer estocagem.

Como o cross-docking otimiza a estratégia de armazenamento?

Esse sistema vai ao encontro da redução de custos, por meio da redução das operações de movimentação e redução dos níveis de estoque, e trabalha com pedidos de ordens dos clientes em quantidades mínimas sendo entregues com maior frequência, buscando a qualidade e satisfação do cliente. As vantagens são benéficas tanto para os clientes quanto para os fornecedores. Entre elas, destacam-se:

  • redução no tempo e custo de processos;
  • redução de riscos e erros de gerenciamento;
  • redução do nível de estoque;
  • redução da complexidade das entregas no cliente;
  • aumento da disponibilidade do produto.

Agora que você já conhece o potencial do galpão cross-docking para tornar a logística da sua empresa mais eficiente, estude sobre o assunto e avalie utilizar essa estratégia na sua companhia. Implantá-la, porém, não é uma tarefa muito simples, por isso é necessário buscar profissionais especializados que ajudem na implementação e no acompanhamento dessa novidade.

Se você está à procura desse serviço, a LOG está preparada para oferecer a solução que melhor se encaixe em seu perfil. Entre em contato conosco!

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

PUBLICADO EM Infraestrutura TAGS:

2 Comentários

  1. joao carlos becker disse:

    muito bom

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!