Burocracia é entrave para desenvolvimento de portos no Brasil

Para o novo ministro-chefe da Secretaria de Portos da Presidência da República Edinho Araújo, os principais desafios para o desenvolvimento deste setor da logística são a burocracia e os preços. Araújo salientou a importância da implementação da Lei Geral dos Portos e do Programa de Arrendamentos Portuários. Ambos transitam no Tribunal de Contas da União (TCU).

Portos brasileiros

O novo ministro destacou a importância de investimentos diretos da União. Para Araújo, a sinergia entre os diferentes modais de transporte é essencial para a evolução e modernização da infraestrutura logística dos portos brasileiros.

Existem importantes gargalos no sistema logístico brasileiro, principalmente ligados ao acesso aos portos, que foram reconhecidos pelo ministro, salientando que a pasta é estratégica para impulsionar a economia e facilitar exportações.

Para o ministro, não é possível disputar espaço no comércio internacional sem condições de enviar produtos em prazos e custos razoáveis. Em seu discurso de posso, Araújo afirmou que vai buscar diálogo com a Agência Nacional de Transportes Aquaviários, que regula o setor, para agilizar as mudanças necessário para impulsionar o setor.

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

0 Comentários

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!