Fora do prazo! Brasil atrasa entregas por falhas no transporte

atrasa-entregas-e-prazosO Brasil é um país com grande volume de produção, mas que impressiona por uma grave deficiência: atrasa entregas e prazos estipulados. Esse fato representa um verdadeiro gargalo do país por onde cerca de milhões ou bilhões de reais são perdidos anualmente, em razão das péssimas condições do transporte no Brasil, especialmente nas ferrovias e portos.

Esse foi o tema de uma excelente matéria exibida pelo Fantástico, da Rede Globo, no dia 21/04, revelando dados estarrecedores em relação ao desafio que a falta de infraestrutura acaba acarretando para a logística nacional, aumentando custos, gerando prejuízos e atrasando as entregas.

Para se ter uma ideia do tamanho desse prejuízo para o povo brasileiro, além da falta de planejamento, o país gastou R$ 5,1 bilhões em 700 km de trilhos entre Palmas, no Tocantins, e Anápolis, em Goiás, mas hoje, 20 anos depois, o trem ainda não chegou.

Sim, falta planejamento, mas também falta fiscalização, o que auxilia a corrupção, o desvio de verbas e segue impedindo o país de transportar cargas de forma mais barata e eficiente.

Além disso, impressionam os erros na execução dos projetos. Há trilhos mal soldados, curvas perigosas, fechadas demais e trilhos que não suportam o peso de trens carregados. Um verdadeiro desperdício do dinheiro público e um problema capaz de elevar e muito o custo com transporte repassado para as empresas.

E se formos observar os portos brasileiros, a situação é tão ruim quanto. Existem filas de navios dentro e fora das baias esperando para carregar e descarregar, o que causa atrasos nas entregas e prejuízos para as empresas. Um dos exemplos de como isso impacta na economia brasileira e na imagem do Brasil no exterior é que a China cancelou a compra de dois milhões de toneladas de soja este ano, pois sabe que o Brasil pode produzir, mas também sabe que o Brasil não consegue entregar no prazo.

É preciso haver uma mobilização urgente por parte do Governo para avaliar e reestruturar ferrovias e portos brasileiros para conseguirmos atender à demanda, pois ter um alto volume de produção e não ter condições de comercializar essa produção significa gerar prejuízos e desconfianças em relação ao Brasil pelo mundo.

Resta ver se os R$ 58 bilhões em investimentos previstos para este ano serão suficientes para sanar estes problemas e colocar o país nos trilhos, sem deixar o contribuinte pagando altos impostos e vendo o Brasil ser visto com tamanha descrença dentro e fora de seus portos.

Logística e imagem de marcaPowered by Rock Convert
Avatar

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

PUBLICADO EM Mercado TAGS:

2 Comentários

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cinco × 3 =