São Paulo ganha programa de logística reversa para eletrônicos

No dia 28 de abril, estreou em São Paulo um novo programa piloto de logística reversa para eletrônicos (aparelhos eletrônicos). A iniciativa “Descarte ON” é realizada em conjuntos pelos governos do Japão e Brasil, compreendendo eletrodomésticos e eletrônicos.

logistica reversa

Para tal, a região da Lapa, na zona oeste, será utilizada como teste e ganhará pontos de coleta de eletrodomésticos de pequeno porte e um serviço de retirada em domicílio de dispositivos maiores.

Participam do projeto o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o Ministério do Meio Ambiente, a Prefeitura de São Paulo, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), a Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA na sigla em inglês).

O projeto também conta com a participação de grandes redes varejistas no processo de logística reversa. Elas instalaram os pontos para receber aparelhos que variam de liquidificadores e torradeiras a notebooks e smartphones. Basicamente, os coletores serão lixeiras apropriadas, com 60 cm de largura, 50 cm de comprimento e 75 cm de altura.

Logística Reversa

As pessoas que comprarem um item de grande porte das lojas participantes, como geladeiras e fogões, receberão um cupom para ser usado no caso de necessidade de substituição ou devolução. Para agendar o serviço deve ser pago uma pequena taxa. Ainda não há data definida para início das operações.

Após a coleta seletiva, os produtos serão encaminhados para uma cooperativa especializada em resíduos eletrônicos. O objetivo é conseguir o reaproveitamento máximo dos componentes, separando os revestimentos de plástico e de metal dos componentes eletrônicos.

Segundo o presidente da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), Ricardo Brandão, o nível de reciclagem a ser alcançado será estudado até setembro de 2017, quando termina o piloto na Lapa. A expectativa é implementar iniciativas semelhantes em outras quatro regiões de São Paulo até 2020.

A Lapa foi escolhida como local dos testes do projeto, após pesquisa da Jica que indicou que os moradores do bairro são mais adeptos a iniciativas relacionadas à sustentabilidade. Recentemente, a região recebeu recentemente uma usina de compostagem que produz fertilizantes a partir dos resíduos de 27 feiras livres.

Avatar

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

0 Comentários

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

8 + 8 =