Armazenagem flow rack: veja as principais informações sobre o assunto!

O sistema de armazenagem flow rack é conhecido por sua versatilidade, pois possibilita que o método de estocagem FIFO (First In, First Out) seja empregado em sua totalidade. O FIFO parte do princípio de que os itens devem ser mantidos no armazém de forma cronológica.

Como o próprio nome já sugere, os materiais que deram entrada antes têm a sua saída registrada também antes dos demais. Isso quer dizer que a organização é feita por meio de uma fila, que facilita tanto a retirada dos materiais como a reposição do estoque.

Você tem interesse em saber mais sobre esse método de organização? Então acompanhe o conteúdo que preparamos para esclarecer as suas dúvidas. Confira!

O que é a armazenagem flow rack?

O desenvolvimento de formas dinâmicas de movimentar as mercadorias dentro do armazém já não é novidade. Um bom exemplo disso é a utilização de esteiras para mover caixas e embalagens entre as diversas áreas de um depósito.

Assim, surge o flow rack, que é um processo que integra tanto a estocagem como a expedição de pedidos para os clientes ou o envio para a linha de produção.

Como o flow rack funciona na prática?

Para ser implementado com sucesso, há a necessidade de adaptar a área de estocagem para que a mobilidade nas prateleiras seja o mecanismo principal. Nesse caso, devem ser adotados roletes e rodízios que possibilitam a movimentação de mercadorias.

Quando o material entra no depósito, ocorre a sua alocação da prateleira específica. Como essa estrutura é construída com uma inclinação, a peça desliza até o ponto oposto, formando assim uma fila. Quando um insumo é retirado, o material seguinte assume o seu lugar, mantendo a ordem de que o primeiro a dar entrada no galpão é o primeiro a sair.

A tendência é que esse aparato funcione melhor em empresas cujo o estoque é composto por peças e embalagens de menores dimensões. Isso ocorre porque o armazenamento flow rack depende da ação da gravidade, uma vez que as prateleiras são inclinadas. 

Quais são as vantagens desse método de armazenamento?

A operação de um armazém pode ser aprimorada de forma considerável com a adoção do sistema flow rack. Veja alguns dos principais benefícios.

Aumenta a eficiência da expedição dos pedidos

Tarefas como a localização das mercadorias, separação e embalagem têm potencial para ganhar mais eficiência quando as mercadorias são disponibilizadas para o operador automaticamente. Na prática, os produtos são alocados em uma ponta e são movidos diretamente para a área a qual se destina.

Garante a integridade física das mercadorias

Uma das principais razões para as avarias nos produtos é a sua movimentação interna. Seja por meio de máquinas, como empilhadeiras, seja por meio do manuseio pela equipe, as chances de causar danos são altas. Com esse novo sistema, a incidência de colisões e quedas são reduzidas, o que previne prejuízos.

Favorece o abastecimento da linha de produção

O fato de que as peças e materiais deslizam de forma ordenada garante que a área de produção receba insumos de acordo com a sua necessidade. Com isso, não há interrupção das atividades ou atrasos.

Para crescer é preciso se adaptar constantemente e inovar em formas de melhorar os processos internos. A armazenagem flow rack oferece esse tipo de solução, portanto, procure identificar como tornar a sua empresa mais moderna.

Você quer ter acesso a muito mais conteúdos como este? Então siga as nossas páginas nas redes sociais: Facebook, Twitter, LinkedIn, YouTube e Flickr.

Avatar

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

PUBLICADO EM Infraestrutura TAGS:

0 Comentários

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quinze − onze =