Qual é o papel do transporte na estratégia logística?

A importância da área de transportes consiste em operacionalizar o processo logístico. Como resultado, é possível garantir que a demanda dos clientes seja atendida conforme foi especificado. As funções de transporte e logística vão além da movimentação de materiais e passam a constituir uma ferramenta de gestão extremamente valorizada.

Qual é o papel do transporte na estratégica logística?

Para implementar esse tipo de solução é preciso investir em sistemas de informação, capacitação da equipe e focar nas atividades de planejamento e controle. Desse modo, é possível destacar-se no mercado, reduzir custos e conquistar novos clientes.

O papel estratégico dessa área está descrito neste artigo para oferecer mais esclarecimentos.

Qual é a importância da área de transportes?

Os últimos anos têm sido fundamentais para consolidar o departamento de transportes como uma área estratégica que oferece soluções para as demandas de movimentação de mercadorias.

Além disso, seu principal papel é reduzir distâncias entre os produtores, fabricantes e seus respectivos clientes. Esse tipo de posicionamento garante que o produto correto seja entregue no local e no momento estabelecido.

É importante compreender que essa área não se limita somente as atividades de distribuição. Em muitos casos, realiza também o gerenciamento dos níveis de estoque, atuando, constantemente, para garantir o abastecimento da linha de produção.

O processo de estocagem representa um elemento essencial, pois lida com o recebimento de materiais e executa o armazenamento de forma inteligente e segura para evitar avarias.

Como resultado, é possível assegurar que os produtos serão disponibilizados para os clientes dentro do prazo e com a qualidade desejada.

Como a escolha do modal afeta o desempenho logístico?

No Brasil, predomina a utilização do modal rodoviário pelas empresas do setor de transporte e logística. Nesse caso, as transportadoras ficam sujeitas a falta de infraestrutura e seguranças nas estradas.

Para contornar tal obstáculo, os gestores podem optar por estabelecer centros de distribuição em regiões estratégicas para ficarem mais próximos dos clientes e reduzirem custos.

Contudo, a realização de investimentos em outros modais de transporte tem se provado útil para reduzir o tempo de entrega.

  • modal aéreo: embora os custos para utilizar esse recurso sejam elevados, sua agilidade representa uma grande vantagem;
  • modal ferroviário: esse tipo de transporte tem muita aderência no mercado de mineração para a movimentação de seus insumos até a indústria de beneficiamento;
  • modal hidroviário: composto principalmente pela modalidade marítima – utilizada para a importação e exportação de produtos – e pela fluvial, que garante o acesso a regiões afastadas.

Como recursos tecnológicos aumentam a produtividade?

A recente expansão de recursos tecnológicos tem contribuído para melhorar os resultados do setor logístico. É possível observar tanto o aumento da produtividade quanto o incremento da lucratividade.

Diversos benefícios podem ser obtidos com a implementação de ferramentas para automatizar as atividades. A emissão de documentos de frete, por exemplo, tem expressiva relevância, pois trata de registros da prestação de serviço e do recolhimento de impostos. Portanto, é fundamental garantir que todas as informações estejam corretas para evitar penalidades junto aos órgãos de fiscalização.

É possível, também, expandir a segurança dos motoristas e da carga durante o trajeto com a utilização de aplicativos de rastreamento. Isso possibilita o acompanhamento do itinerário tanto pela transportadora como pelo cliente e fornece estimativas precisas da data da entrega.

Com o intuito de otimizar o processo de remessa, existem ferramentas de roteirização que estabelecem a rota ideal até os destinatários. Como resultado, é possível aproveitar melhor o espaço no veículo, reduzir o consumo de combustível e controlar o volume de entregas realizadas.

Os sistemas de gestão integrada contribuem para o acompanhamento dos resultados da operação e fornecem relatórios para substanciar a tomada de decisão por parte dos gestores.

A excelência nos processos de transporte e logística representa um diferencial competitivo que as empresas do setor devem aspirar e se esforçar para obter. Seu principal objetivo é tornar a cadeia de suprimentos tão eficiente quanto possível. Portanto, para fazer com que a operação logística seja bem-sucedida, é necessário viabilizar a qualidade dos produtos, a automação de processos, o gerenciamento da frota e a agilidade na entrega.

Conheça ainda mais sobre o processo logístico com nosso artigo que seleciona 4 dicas para controlar a transferência de mercadorias entre centros de distribuição.

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

2 Comentários

  1. Paulo Velasquez disse:

    Parabéns pela excelência do material . Sou professor de curso para formação de técnicos em logística , em Parauapebas , sudoeste do Para.

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!