Conheça os 6 tipos de condomínios logísticos e escolha o ideal para seu negócio

As empresas vêm utilizando cada vez mais o condomínio logístico para serviços compartilhados, reduzindo custos nos estoques, instalações e processos. Esse tipo de empreendimento surgiu justamente para diminuir os gargalos logísticos responsáveis por aumentarem os custos do processo produtivo.

condomínio logístico

Existem vários tipos de condomínios logísticos, cada um com a sua característica mas todos com o mesmo objetivo: armazenagem de carga em locais estratégicos a fim de facilitar o escoamento da produção.

Neste post, demonstraremos os modelos disponíveis no mercado, que podem ser classificados tanto pela sua utilização quanto pelo seu tipo. Assim, ficará mais fácil identificar o padrão ideal para a sua empresa. Confira!

Classificação quanto ao tipo

A tipificação de um condomínio logístico se divide em duas categorias. Continue lendo para entender sobre elas!

1. Flex

São galpões padronizados que podem ser utilizados por uma ou várias empresas. São geralmente construídos em uma estrutura mais flexível para que possa atender diferentes demandas e clientes. Nesse caso, a construção é desenvolvida por investidores, que lançam o empreendimento sem garantia de pré-locação.

2. Monousuário

Os condomínios monousuários são edificações fabricadas para atender um único cliente. Essa é uma construção realizada sob encomenda, com especificações para suprir as necessidades de produção e logística do interessado, o que torna a propriedade personalizada mas, consequentemente, menos abrangente para o mercado.

Classificação quanto ao uso

Também é possível separar os condomínios logísticos de acordo com sua utilização. Conheça as principais categorias abaixo!

3. Armazéns

São estruturas modulares capazes de estocar grandes quantidades de produtos em porta-paletes. Esse modelo é muito apropriado para redes atacadistas e operadores logísticos, por exemplo.

4. Cross-docking

O galpão cross-docking tem sua construção específica para otimizar a movimentação de carga sem considerar a armazenagem de mercadorias, fazendo dele uma ótima recomendação para transportadoras.

5. Misto

Esse tipo de condomínio logístico é projetado com características adequadas a receber qualquer tipo de processo produtivo, seja para movimentação ou estocagem de cargas. Esse tipo é mais utilizado por centros de distribuição (CDs) de grandes redes varejistas.

6. Industrial “Plug & Play”

O modelo plug & play é customizado para ser utilizado por vários tipos de indústrias — especialmente as manufaturas.

Vantagens do condomínio logístico

Agora que você conhece as diferenças entre os principais tipos de condomínio logístico, chegou o momento de apresentarmos as vantagens desse investimento em comparação aos galpões convencionais. Dentre essas vantagens, podemos destacar as seguintes.

Redução de custos

Condomínios logísticos do tipo flexível, contam com uma administração profissional que fica responsável pelo gerenciamento dos principais aspectos da estrutura física do condomínio. Além disso os custos de todo o pacote de serviços agregados podem ser compartilhados entre os condôminos. Isso inclui a segurança, jardinagem, limpeza, portaria e muitos outros.

Como a administradora assume o gerenciamento e os custos são diluídos entre os membros do condomínio, os locatários podem usufruir dos benefícios de tais serviços sem a necessidade de aumentar em demasia os seus gastos. Tudo isso representa uma ótima relação entre custos e benefícios, que de outra forma teriam que ser assumidos por cada empresa afetando diretamente o seu orçamento.

Além dos serviços podem ser economizados recursos com a aquisição de terrenos e a construção de galpões próprios, representando o melhor retorno pelo menor custo.

Diversidade de equipamentos

A qualidade da infraestrutura física dos condomínios logísticos são muitas vezes incomparáveis a limitação de um galpão próprio. O grande volume de investimentos dedicados a construção dessas estruturas permitem uma maior variedade de equipamentos físicos e consequentemente de serviços agregados que são colocados à disposição dos calcários.

Dessa forma, itens como serviços de portaria, segurança, refeitório, vestiários, estacionamento, e diversas outras benfeitorias dentro desses espaços, agregam valor às empresas favorecendo um desempenho superior.

Melhor localização

A localização dos condomínios são diferenciais sempre marcantes desse tipo de empreendimento. Os melhores condomínios são pensados desde a sua concepção com o objetivo de oferecer o máximo de benefícios a distribuição de produtos de modo a otimizar os processos dos seus futuros locatários.

Sendo assim, a localização deixa de ser um fator corriqueiro. Nos condomínios logísticos ao contrário, a localização representa um ponto estratégico, que privilegia o acesso às principais rodovias, o espaço para manobras ou em alguns casos até mesmo a proximidade com centros urbanos ou parques de produção, facilitando assim o trabalho de gerenciamento e planejamento de rota.

Mais segurança

Um dos principais pontos que levam as empresas a investir em condomínios logísticos são o seu alto grau de segurança. Infelizmente para a realidade brasileira esse é um item que não pode passar despercebido, pois roubos de carga, ataque as frotas em trânsito e os saques à centros logísticos são situações corriqueiras.

Dessa forma, todo cuidado é pouco para garantir o máximo de segurança na armazenagem de mercadorias. Os condomínios logísticos representam o que há de melhor em serviços de proteção como guarita para controle de acesso e vigilância 24h. Além da prevenção contra prejuízos financeiros, os cuidados com a segurança envolvem também a tranquilidade e a qualidade de vida no trabalho.

Flexibilidade para expansão

Galpões logísticos próprios demandam por investimentos altos na sua instalação e manutenção. Da mesma forma, quando a estrutura construída passa a não mais comportar o crescimento das operações, novos investimentos precisam ser feitos para reorganizar os processos da empresa. Nos condomínios logísticos esse é um tipo de problema muito mais simples de ser resolvido.

Os melhores condomínios oferecem a facilidade de expansão por lotes, onde a contratação do espaço pode ser feita de forma modulada podendo ser ampliada futuramente conforme a expansão das operações. Essa forma de contratação permite que as empresas tenham mais flexibilidade para planejar os seus próximos passos sem a necessidade de migrar de endereço ou investir grandes quantidades de recursos em reformas para ampliação.

Até aqui podemos entender melhor quais são os tipos de condomínios logísticos e quais são as suas vantagens de utilização. Depois de analisar a quantidade de benefícios que a estrutura desse modelo de operação oferece, fica muito claro que a escolha por esse tipo de empreendimento é uma solução prática com um bom custo-benefício para as operações da empresa.

Gostou do post? Para saber mais sobre as soluções que um condomínio logístico oferece e como ele pode beneficiar o seu negócio, entre em contato conosco agora mesmo. A LOG CP está pronta para oferecer a melhor orientação à sua empresa!

Avatar

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

PUBLICADO EM Infraestrutura TAGS:

0 Comentários

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 × dois =