Você conhece as 5 dimensões do diagnóstico operacional?

A realização de um diagnóstico operacional sobre o andamento de um negócio é fundamental para fornecer aos gestores uma visão minuciosa dos pontos fracos e fortes da organização, bem como para identificar as áreas que precisam passar por melhorias.

Você conhece as 5 dimensões do diagnóstico operacional?

Essa é a primeira etapa do planejamento estratégico e deve fornecer informações atualizadas a respeito do ambiente interno e externo, em especial sobre o comportamento de empresas concorrentes no mercado.

Por isso, preparamos um post com o conceito das cinco dimensões do diagnóstico operacional.

1. Eficácia

Quando o gestor de uma empresa pensa em eficácia em seus processos, a sua preocupação é verificar se os resultados apurados são condizentes com as metas estabelecidas. Em outras palavras, é necessário saber se objetivos institucionais estão sendo alcançados no dia-a-dia.

O volume de entregas realizado mensalmente, por exemplo, é um bom indicador do andamento do trabalho da equipe. Esse índice pode ser comparado com os resultados obtidos por outras empresas de mesmo porte do setor de logística.

Além disso, a análise do histórico da própria transportadora também pode ser utilizada para ilustrar as mudanças ao longo do tempo e acompanhar a evolução do desempenho.

2. Eficiência

É estabelecido que os recursos produtivos para qualquer tipo de empreendimento são considerados escassos. Esse fator demanda a criação de soluções para otimizar a utilização de materiais considerando a sua disponibilidade.

Essa limitação não se restringe somente a insumos, mas pode se referir a capital, maquinário, tempo e recursos humanos. Isso é o que muitos profissionais chamam de fazer mais com menos.

O indicador voltado para a avaliação da eficiência pode ser utilizado para comparar a capacidade produtiva instalada com a produção real. Esse tipo de medição contribui para identificar a economicidade e o desenvolvimento de uma cultura de aproveitamento racional.

3. Qualidade

Indicadores de desempenho têm o objetivo de incentivar a melhoria constante dos processos de trabalho e dos produtos disponibilizados aos clientes. Por essa razão, a medição dos resultados e a criação de planos de ação para solucionar eventuais problemas são fundamentais.

O foco do parâmetro de qualidade é avaliar o atendimento das necessidades e desejos dos clientes, sejam eles internos ou externos. Uma das formas de garantir o sucesso nesse quesito é garantir que os pedidos sejam entregues dentro do prazo combinado. Além disso, os fornecedores devem assegurar o envio de produtos que são compatíveis com as especificações requeridas.

Dentro do diagnóstico operacional, esse é um dos aspectos que torna o negócio viável, pois tem impacto na política de preços e consequentemente na lucratividade.

4. Produtividade

O estudo da produtividade ajuda a identificar uma situação desfavorável para a empresa e permite a criação de medidas corretivas e o desenvolvimento de projetos de melhoria. Geralmente, esse tipo de indicador avalia a relação custo benefício do empreendimento, ou seja, analisa como os esforços para aproveitar a capacidade produtiva influenciam nos resultados do total de produtos entregues.

Essa dimensão está diretamente ligada aos recursos disponíveis para sustentar a realização das atividades da transportadora. É preciso, portanto, considerar os custos para sustentar a operação logística e compará-los com a lucratividade obtida. A economia de recursos também é um fator essencial e deve ser levado em consideração para reduzir custos e aumentar a margem de lucro.

5. Efetividade

Todas as empresas possuem um plano que justifica a criação do negócio e fornece uma direção para estratégia adotada. Quanto mais efetivo um empreendimento se manifestar, maior será a sua longevidade. Em termos simples, a efetividade consiste em saber se esse é um negócio que retorna o investimento feito pelos sócios ou proprietários.

O cotidiano de uma transportadora, por exemplo, está sujeito a fatores externos e internos que podem tanto favorecer a estratégia como representar um obstáculo. Quando isso acontece alguns podem ser prevenidos enquanto outros são inevitáveis. A atividade empresarial pode ser imprevisível, arriscada e está sujeita a variações constantes.

Porém, o estudo do comportamento da empresa por meio do diagnóstico operacional é fundamental para acrescentar mais segurança, estabilidade e permitir uma análise completa.

Quer compartilhar conosco a sua opinião sobre esse artigo? Então, deixe o seu comentário no campo abaixo.

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

0 Comentários

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!