Tecnologia RFID: o que é e como se aplica na área logística?

Tornar a operação logística mais eficiente, ágil e rentável representa os principais objetivos dos empreendedores do setor. Por isso, os investimentos em inovação estimulam o desenvolvimento de novos equipamentos e metodologias de trabalho. Uma das ferramentas em questão é chamada de tecnologia RFID.

Tecnologia RFID: o que é e como se aplica na área logística?

O seu propósito é contribuir para a gestão do fluxo de materiais em todos os elos da cadeia de suprimentos. Assim, o gestor pode obter dados atualizados sobre os níveis de estoque e obter a localização das cargas durante o trajeto de entrega.

Prossiga com a leitura deste texto e conheça as soluções oferecidas pela tecnologia RFID.

O que é a tecnologia RFID?

A sigla em inglês quer dizer Radio Frequency Identification (Identificação por Rádio Frequência). Esse mecanismo fornece meios de identificar individualmente cada produto, além de registrar as suas informações técnicas e permitir o seu rastreamento.

O seu funcionamento depende de:

  • impressoras;
  • etiquetas anexadas aos materiais;
  • antenas e leitores posicionados estrategicamente;
  • sistema de gestão para o gerenciamento dos dados.

Com isso, o empreendedor estabelece as bases necessárias para a implantação.

As etiquetas fixadas nos insumos, produtos e embalagens possuem componentes eletrônicos que registram o número de série, o modelo e os dados do fabricante.

Já o leitor é o instrumento utilizado para capturar os dados codificados pelas etiquetas. Assim, ocorre a leitura, o processamento e o armazenamento por meio do sistema instalado.

A fase seguinte requer a integração entre as ferramentas de controle de estoque, documentando, dessa forma, as entradas e saídas.

Quais são as vantagens da RFID?

Garantir a agilidade e qualidade da entrega de produtos começa com gerenciamento de materiais. Esse é um desafio do setor que pode ser superado com a implantação de tecnologias da informação.

As principais vantagens são:

  • permite o rastreamento de itens;
  • controla as mercadorias em estoque;
  • possibilita o monitoramento de ambientes;
  • auxilia o funcionamento de sistemas antifurto;
  • realiza o controle de acesso em locais restritos;
  • contribui para sistemas de prevenção a falsificação.

Qual é o impacto da tecnologia RFID na logística?

A adesão a essa ferramenta cresceu no setor de logística devido à sua capacidade de contribuir para o gerenciamento do estoque e do inventário.

Rastreamento em tempo real

Uma das aplicações mais comuns está relacionada ao rastreamento de objetos. Na operação de um armazém ou um centro de distribuição, por exemplo, é possível eliminar a contagem manual e utilizar somente as informações obtidas pela leitura das etiquetas. As peças aplicadas à linha de montagem se encontram no mesmo cenário e são passíveis de rastreamento em todas as etapas da produção.

Os equipamentos relacionados à movimentação de cargas também são compatíveis com esse tipo de tecnologia. Assim, é possível acompanhar a localização de empilhadeiras, paletes, caminhões e peças de alto valor agregado.

No caso do gerenciamento da frota, há a possibilidade de combinar a RFID com os sistemas de GPS, o que permite conhecer a posição tanto da carga transportada quanto dos veículos.

Controle de estoque

Para obter uma atualização completa dos itens em estoque, utilizam-se os leitores posicionados na extensão do armazém. Assim, é recomendado programar a realização de uma varredura periódica com o intuito de obter a localização e contagem exata dos itens de cada categoria.

Gerenciamento da cadeia de abastecimento

Fabricantes, distribuidores, transportadoras e revendedores representam alguns elos da cadeia. Isso quer dizer que os processos de compra, produção, vendas e transportes são interdependentes.

A Identificação por Rádio Frequência tem sido utilizada para garantir maior agilidade e segurança nos processos relacionados à movimentação de mercadorias. Suas funcionalidades afetam etapas de separação de pedidos, distribuição, até a entrega ao cliente final.

Por fim, a tecnologia RFID tem se provado uma importante aliada na modernização da operação logística. Os projetos direcionados para esse tipo de melhorias resultam em processo mais eficientes e, consequentemente, aumento da lucratividade.

Os aspectos tecnológicos de negócio são importante, mas é preciso seguir o exemplo de grandes corporações. Para isso, leia o artigo sobre os segredos de logística das grandes empresas no mercado.

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

0 Comentários

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!