Guia da logística: como ter uma gestão estratégica e eficiente

logística

Ter uma gestão estratégica eficiente deve ser uma busca constante nas empresas, principalmente, no segmento logístico em que a agilidade nas operações é quase uma obrigação para esse tipo de atividade. Para que isso ocorra, entre outras coisas, é necessário ter fornecedores focados em atender esse tipo de negócio.

Isso contribuirá para que o gestor dessa área ofereça melhores serviços aos seus usuários, tenha um bom planejamento logístico e obtenha uma série de outras vantagens que vêm de forma agregada.

Neste artigo, mostraremos um guia completo sobre a gestão estratégica na logística e como fazer isso de forma eficiente. Acompanhe!

Como funciona a logística?

Antes de qualquer coisa, é necessário definir, de fato, o que é logística e como ela funciona. Muitas pessoas que estão nesse segmento têm dúvidas de determinar a definição desse tipo de serviço. Sendo assim, o principal objetivo dela é distribuir e disponibilizar a quantidade de mercadorias solicitadas na hora combinada e no local correto. Para que isso aconteça, é necessária, portanto, a otimização de processos para que todas as operações realizadas sejam rentáveis e lucrativas.

No atual panorama econômico não existe mais margens para que se cometam erros, portanto, o empresário desse segmento precisa ter um bom planejamento, detalhado e estruturado. Isso garantirá à empresa um grande diferencial no mercado, eliminando atrasos que podem resultar em perdas de vendas para determinados clientes e prejudicar a credibilidade do seu negócio perante o público.

Nesse sentido, o processo de distribuição logística funciona da seguinte forma: conferências de carga após a distribuição, roteirização de entregas, administração de transportes, controle de fretes, monitoramento e análise de indicadores.

Quais são os pilares da logística?

A logística não deve ser um serviço focado apenas no cliente, apesar de ele ser um grande e importantíssimo pilar para uma boa execução dessa atividade. Além dele, é necessário que o gestor tenha um bom controle de estoque, evite despesas operacionais desnecessárias e cuide da logística de armazenagem. Por outro lado, uma empresa que se preocupa apenas com suas questões de operação acaba oferecendo serviços de baixa qualidade para os seus clientes.

Sendo assim, é necessário que você saiba balizar e dedicar o tempo e dinheiro necessário para ter ambos os lados de sua operação funcionando de forma desejável. Nesse caso, para que sua empresa tenha uma logística sustentável e alcance bons resultados em suas operações é necessário observar os três pilares básicos que sustentam toda a atividade logística de um negócio. São elas: atendimento e prestação de serviços em nível de excelência aos clientes, otimização dos níveis de estoques, busca contínua da redução de perdas e custos totais de distribuição.

Aplicando esses pilares da forma adequada, você não terá problemas para gerir o seu negócio, entretanto, para alcançar um nível de gestão estratégica eficiente e a otimização da logística que mencionamos no início deste conteúdo é necessário mais um elemento crucial, os fornecedores que servirão de apoio para a sua empresa. Vamos começar a discorrer sobre isso no próximo tópico.

Gestão logística otimizada: como fornecedores especializados podem ajudar?

A otimização da gestão logística pode ser obtida com o apoio de fornecedores especializados nessa área. Essas empresas oferecerão uma gama de ferramentas e serviços para todo o seu estabelecimento, desde questões administrativas como gestão de estoques, armazenagem e, até mesmo, fornecimento de espaços físicos.

Isso pode ser percebido nos condomínios logísticos que são, basicamente, um complexo de galpões e armazéns que já contam com toda a estrutura necessária para que o seu empreendimento desenvolva suas atividades com o máximo de produtividade e segurança.

Quais são as vantagens em contar com especialistas nessa área?

Agora que você já sabe que é importante contar com fornecedores especializados para atender a sua empresa, vamos mostrar os principais benefícios de ter todos esses serviços e produtos à sua disposição. Continue lendo!

Segurança

Uma das principais vantagens em contar com especialistas na área logística oferece é a segurança nas operações. Essas empresas já têm toda a estrutura necessária para oferecer o mais alto nível de proteção para suas operações. Nesse sentido, você não precisa se preocupar com contratação de pessoas e ferramentas para atuarem na segurança de seu estabelecimento.

Melhor infraestrutura

Os fornecedores especializados têm toda infraestrutura necessária para que o seu serviço seja executado da melhor forma possível. Utilizando esses serviços, você economiza alguns milhares de reais que gastaria construindo seus galpões, além das manutenções corretivas e necessárias que serão exigidas ao longo do tempo.

Por exemplo, se você alugar galpão logístico, não será necessário se preocupar com a sua construção, tampouco com a sua manutenção. O que é melhor em tudo isso é o fato de poder contar com todos os benefícios que uma estrutura de excelente qualidade proporcionará ao seu empreendimento.

Localização

A localização é outro ponto forte desse tipo de serviço. Se você alugar um galpão logístico, por exemplo, terá a oportunidade de instalar seu empreendimento em uma localização privilegiada. Afinal, os fornecedores que disponibilizam essa opção geralmente têm seus condomínios logísticos em ambientes estratégicos que proporcionam ao cliente um acesso mais facilitado.

Com isso, também haverá certa queda nos custos, tendo em vista que será reduzida a manutenção de veículos, que acabam se deteriorando graças aos acessos ruins que são comumente encontrados em várias localidades do Brasil.

Além dessa redução de gastos com manutenções, você terá mais oportunidade de fechar negócios, pois a imensa maioria das empresas prefere contar com serviços logísticos de empreendimentos situados em locais privilegiados e, principalmente, de fácil acesso.

Otimização do processo logístico

Contar com o apoio de fornecedores especializados para superar desafios também possibilitará que você tenha uma melhor otimização dos processos logísticos do seu negócio. Ao contar com o apoio dessas empresas, você tem em suas mãos todo o suporte necessário para aprimorar os procedimentos realizados dentro do seu próprio empreendimento, desde a gestão de estoque e armazenagem até o controle dos veículos durante as viagens.

Com um processo logístico muito bem-organizado e otimizado, será mais fácil dedicar um maior foco e atenção para suprir outras necessidades do seu negócio, tais como: relacionamento com clientes, vendas, gestão de funcionários e negociação com outros fornecedores e prestadores de serviços.

A otimização do processo logístico ocorre em vários seguimentos de atividades dentro da mesma empresa, desde aquelas que necessitam do trânsito de veículos para outros galpões ou, até mesmo, em procedimentos de intralogística, ou seja, a movimentação de mercadorias dentro de unidades fabris, galpões ou armazéns de uma mesma companhia.

Diminuição de erros e falhas

Ao contar com fornecedores especializados, consequentemente, você terá uma grande diminuição das falhas em processos diários. Alguns erros cometidos, no âmbito das empresas que exploram o segmento logístico, poderiam ser totalmente eliminados se pudessem contar com o apoio de profissionais que, efetivamente, entendem do assunto e já sabem que determinada atitude ou ação pode gerar algum tipo de transtorno para a empresa.

Assim, ao contar com esse tipo de serviço você reduzirá muitos possíveis gargalos, erros e falhas que prejudicam as suas operações e, ainda pior, interferem negativamente na lucratividade do seu empreendimento.

Monitoramento e controle

Por fim, ao contar com o apoio desses serviços especializados você terá maior nível de monitoramento e controle de todas as suas operações, na logística de distribuição, controles diversos de armazenamentos, viagens e demais tipos de atividades que poderão ser acompanhadas de perto.

Isso aumentará consideravelmente o nível de gestão de suas operações, possibilitando que você tenha mais informações precisas e corretas de tudo o que ocorre dentro e fora do seu estabelecimento. Isso permite uma visão ampla e clara das suas fraquezas, dificuldades e oportunidades, podendo desfrutar dessas informações para tomar decisões mais acertadas, reduzir os riscos, evitar erros e falhas.

Como atender às necessidades do mercado e melhorar a sua logística?

A medida que os anos passam, as necessidades do mercado de logística também aumentam, exigindo cada vez mais dos gestores que atuam nesse tipo de seguimento. Assim, como é possível para essas empresas atender todas essas novas exigências e, consequentemente, melhorar seus processos logísticos?

O primeiro passo, portanto, você já sabe qual é, ou seja, contar com o apoio de outras empresas terceirizadas para fornecer produtos e serviços de qualidade para que sua empresa possa, de fato, atender com excelência a todas essas necessidades do setor logístico. Outro ponto que merece destaque é a utilização da tecnologia.

As ferramentas mais modernas que existem atualmente no mercado vieram para revolucionar o meio empresarial — com o setor logístico, isso não poderia ser diferente. Elas afetaram todos os ramos de empresas, inclusive, na gestão logística internacional, bem como a que é executada dentro do território nacional.

Portanto, além de ser impossível pensar em uma empresa sem a utilização da tecnologia em suas atividades, essas ferramentas se tornaram um importante mecanismo que possibilita aos gestores desse segmento atenderem melhor as necessidades do mercado e melhorar suas atividades.

As ferramentas disponíveis atualmente são capazes de integrar todo o trabalho do setor logístico, tornando-o mais ágil e, principalmente, confiável.

Elas servem como suporte para os processos decisórios, pois, por meio das informações e dados gerados a partir desses sistemas, um gestor terá um embasamento mais sólido e confiável de tudo o que ocorreu em seu estabelecimento em determinado período.

Nesse caso, entra mais uma vez a importância de poder contar com empresas terceirizadas de confiança. É fundamental que elas também ofereçam todas essas vantagens e ferramentas tecnológicas que impactarão positivamente na gestão do seu negócio.

Logo podemos concluir que o investimento massivo em tecnologia pode proporcionar uma variedade de benefícios em termos de mais eficiência no processo logístico, tornando as operações mais ágeis e também aprimorando as ações de gestão.

A seguir, vamos conhecer mais sobre os benefícios proporcionados pelo uso intensivo da tecnologia com o intuito de exemplificar como ela pode se tornar uma forte aliada dos processos logísticos.

Controle simplificado de todo o processo

Toda ação de gerenciamento deve contar com meios para exercer o controle sobre as variáveis que envolvem a produtividade do objeto que está sendo administrado. Se não há formas de controlar o processo, não é possível orientá-lo por meio das técnicas de gestão para que se torne mais eficiente e apresente os resultados desejados. No controle dos processos logísticos não é diferente.

Para obter mais resultados é preciso influenciar as variáveis passíveis de controle, a fim de estimulá-las a oferecerem o seu retorno máximo. As ferramentas tecnológicas são essenciais nesse sentido, pois permitem que tais variáveis sejam facilmente controladas por meio de sistemas de gestão.

Dessa forma, é muito mais simples visualizar os fatores que mais influenciam nos resultados de um processo, permitindo o desenvolvimento de estratégias para sua transformação.

Visão integrada de toda a cadeia

O uso de ferramentas de integração como os softwares ERP torna a visualização de todas as variáveis presentes nos processos que estão sendo administrados muito mais simples e eficiente. Os softwares ERP foram desenvolvidos com o objetivo de integrar os diferentes departamentos de uma empresa a fim de tornar o fluxo de trabalho mais ágil e a comunicação entre as áreas antes isoladas, muito mais prático.

Com o uso de tais sistemas, as operações se tornam mais integradas, sendo possível ao gestor levantar informações relevantes sobre as diferentes áreas da empresa ao mesmo tempo que também adquire uma visão mais completa sobre todo o cenário produtivo. Em termos logísticos, cadeias de suprimento inteiras podem ser integradas com o uso de softwares de gestão.

De igual modo, o controle sobre o envio de mercadorias, as entregas realizadas e ações de logística reversa também podem ser controladas a partir de uma visão macro com ferramentas, que conectam todos esses processos em apenas um painel administrativo.

Otimização do processo logístico

Como vimos no tópico anterior, a integração entre departamentos dentro de uma mesma empresa por meio dos sistemas ERP, além da integração entre os agentes produtivos de uma cadeia de suprimentos inteira, leva a um aumento da conectividade entre os colaboradores e, consequentemente, a uma resposta mais ágil das demandas de mercado.

Essa integração proporciona um ganho produtivo, que se traduz para o cliente em entregas e devoluções mais rápidas, atendimento e retorno mais ágil das solicitações e um aprimoramento constante de cada processo.

Esses ganhos produtivos elevam também a melhoria nos indicadores de satisfação dos clientes e fidelização, pois proporcionam uma experiência de compra mais agradável. Dessa forma, a logística deixa de ter um papel secundário na proposta de valor ao cliente e passa a atuar como um verdadeiro fator de diferenciação estratégico para as empresas.

Podemos citar inúmeras ferramentas que mesclam o uso de software e hardware de maneira estratégica no setor logístico permitindo mais eficiência, redução de custos e aumento de produtividade. Tais ferramentas aplicam tecnologias avançadas como a inteligência artificial, servidores em nuvem, sistemas de rastreio via satélite e muito mais.

A título de exemplo, os participantes de uma cadeia logística de bebidas, como os varejistas, distribuidores e fabricantes, estão interligados em tempo real via sistemas ERP. Câmeras dotadas de um tipo de inteligência artificial chamada de “visão computacional” são capazes de identificar a redução do estoque de bebidas e disparar avisos ou ordens automáticas para a reposição diretamente para as distribuidoras e fabricantes. Tudo isso acontece de forma quase autônoma.

Esse exemplo serve para demonstrar como cada atividade logística pode e deve ser otimizada por meio da transformação digital e aplicação do conceito da logística 4.0.

Maior segurança de dados sensíveis

A utilização combinada de software, hardware e outros recursos, como o armazenamento em nuvem, traz enormes vantagens para a segurança da informação relacionada aos processos logísticos.

A LGPD — Lei Geral de Proteção de Dados — aumentou a exigência por controles mais eficazes dos dados que circulam em uma operação, sob pena de pesadas sanções, como multas altíssimas e, até mesmo, o bloqueio da licença de funcionamento.

Os próprios acontecimentos recentes relacionados a vazamento de dados e o uso de dados sigilosos de maneiras não autorizadas também estão fortemente aquecidos no debate público, gerando uma conscientização cada vez maior das pessoas sobre as políticas de uso de dados privados pelas empresas dos mais diferentes setores.

Todo esse cenário nos leva ao ponto atual em que a segurança da informação — tanto da própria empresa, como a informação de terceiros em sua posse — torna-se um fator essencial para o desenvolvimento das estratégias de posicionamento de mercado, independentemente do seu nicho de atuação.

No âmbito da disputa de mercado, é mais simples entender o risco potencial de vazamento de dados sigilosos da empresa. Tomemos como exemplo o extravio de informações sensíveis de uma marca sobre os seus planos estratégicos para os próximos anos, o vazamento de indicadores sigilosos sobre a produção ou, ainda, a perda de documentos que tratam do detalhamento de novos produtos.

Enfim, cada uma dessas informações, caso vazem para o mercado, podem comprometer diretamente a competitividade e a continuidade da organização. Diante de todo esse contexto, apenas o uso intensivo de tecnologia é capaz de reduzir o risco associado à manipulação de dados e informações.

Sistemas com múltiplas camadas de login, subdivisões de autorizações de acesso conforme o perfil de usuário, armazenamento de dados em servidores cloud, autenticação mecânica, digitalização de documentos, enfim. Cada uma dessas soluções contribui para um tratamento mais segura da informação no ambiente interno da empresa.

No setor logístico, esses recursos ainda precisam de uma implementação urgente, uma vez que o centro do trabalho logístico lida diretamente com dados sensíveis dos seus clientes — como a identificação oficial, dados de pagamento, endereços de entrega etc.

Dessa forma, concluímos que a tecnologia é a maior aliada da segurança de dados e, portanto, deve ser incorporada aos processos logísticos de maneira intensiva. O objetivo disso é garantir a adequação do seu modelo de negócio à LGPD e à confiança do cliente final.

Como evitar perdas na distribuição logística?

Agora, vamos tocar em um ponto muito delicado no setor logístico, as perdas. Todo negócio, independentemente do segmento, terá alguns pontos falhos que podem gerar desvios ou perda de recursos, sejam eles financeiros ou estruturais.

Nesse sentido, para que uma empresa tenha sucesso em suas atividades é fundamental que ela saiba gerenciar esses detalhes para evitar que as suas perdas prejudiquem a lucratividade do negócio.

A seguir, mostraremos algumas dicas práticas que você deve implementar em seus processos logísticos para reduzir essas perdas ou, pelo menos, o impacto que elas causam em sua lucratividade.

Cuide do setor de armazenagem e embalagem

O setor de armazenagem pode esconder uma série de perigos para os produtos que estão estocados. Muitas das perdas no setor logístico acontecem devido à falta de cuidados dessa área do armazém. Se você contar com um condomínio logístico, por exemplo, esse problema deve ser praticamente eliminado, pois esse tipo de empreendimento já conta com um altíssimo grau de segurança para seu estoque.

Assim, caberá a você a acompanhar a armazenagem e cuidar das embalagens dos produtos. Dito isso, para cada um dos tipos de produtos existirá uma embalagem específica. Se você armazenar um material a granel em uma embalagem inadequada, é possível que ela se rompa e os produtos corram grandes riscos de serem perdidos.

Portanto, é fundamental que você invista em embalagens de qualidade e que sejam adequadas ao tipo de produto que será armazenado. Deve-se ter atenção, também, ao processo de transporte desses itens para evitar quaisquer tipos de transtornos durante as viagens.

Execute um bom controle de estoque

Uma boa gestão de estoque tem um papel fundamental nos processos logísticos. Ela ajuda a mitigar possíveis perdas, tanto no processo de armazenagem quanto de transporte. É importante ter em mente que todo o processo de distribuição inicia-se pelo estoque. Esse setor é o responsável por determinar a quantidade de cada produto disponível no armazém e características.

Sendo assim, é fundamental que o seu estoque seja capaz de suprir todas as necessidades dos seus clientes, por outro lado, um excesso de produtos nesse setor pode significar perda de dinheiro e aumento de risco de deterioração. É justamente nesse ponto que entra a importância da gestão de estoques para reduzir possíveis riscos para o seu empreendimento.

Invista em treinamentos para os operadores

A grande diversidade de cargas que existe nas empresas do setor logístico faz com que os operadores conheçam bem todas as possibilidades de movimentações que podem ocorrer com cada uma delas.

Assim, ele consegue proteger a mercadoria, sua própria integridade e segurança. Para que isso seja possível, é fundamental que você, enquanto gestor, invista em cursos de reciclagem e demais treinamentos de capacitação para as pessoas que lidam diretamente com esses elementos.

Um empregado despreparado pode executar esforços desnecessários, prejudicando, inclusive, a estrutura física do seu estabelecimento e colocando em risco os produtos que estão armazenados. Por isso é tão importante que você ofereça treinamentos regularmente aos seus funcionários. Dessa forma, eles evitarão erros que são considerados comuns, mas que têm alto nível de prejuízos ao seu negócio.

Nesse sentido, esses gastos podem ser entendidos como um bom investimento. Além disso, esses cursos e treinamentos também aumentam a satisfação dos seus colaboradores. Ao investir neles, você gerará um sentimento de importância e necessidade que será retribuído com mais produtividade nas atividades executadas por cada um deles.

Execute melhorias nos processos de armazenagem

Outro ponto que precisa ser observado quando o assunto é redução de custos no setor logístico é o processo de armazenagem. É fundamental que o armazém seja organizado de acordo com a demanda de cada um dos tipos de materiais.

Você pode dividir esse inventário em itens que precisam ficar mais perto da área de expedição, sua distância média do solo, para que seja facilitado o processo de separação, e a alocação mais distante de produtos que têm menos saída, visto que o contato dos profissionais com essas mercadorias é menor.

Assim, você vai gerenciando seu processo de armazenagem para otimizá-lo, de modo que seja possível reduzir o fluxo de trabalhos desnecessários e, consequentemente, reduzir os custos com processos de armazenagem. Além disso, essa ação em especial também proporcionará mais agilidade e eficiência no transporte e nas entregas de produtos aos seus clientes.

Como é possível privilegiar a logística integrada?

A logística integrada é um processo que permite e estimula a união, e interatividade de forma dinâmica entre os mais diversos setores ou processos de uma empresa. Analisando de forma mais ampla, trata-se de um processo que foi desenvolvido para que os gestores logísticos pudessem gerenciar sua cadeia estratégica de forma mais eficiente.

Sendo assim, como se trata de uma cadeia integrada, com processos muito bem-alinhados, podemos afirmar que um dos principais aspectos desse novo conceito de logística é a comunicação entre as partes.

Nesse sentido, para que todos os processos sejam otimizados e operados de forma integrada é fundamental que seja mantido um fluxo de informações constante entre todos os setores do negócio. Para que isso ocorra, deve existir o compartilhamento em tempo real das informações que impactarão em decisões de algumas das partes.

Um exemplo disso é percebido na situação em que o setor de estoque precisa repassar algumas informações sobre os níveis de produtos para que o departamento de compras saiba exatamente as quantidades que precisam ser adquiridas para suprir às necessidades da empresa.

Outro exemplo que podemos destacar envolve o setor de vendas. Ele também pode ter acesso a essas informações. Assim, é possível identificar a disponibilidade da sua empresa em atender a determinadas solicitações dos seus clientes. A logística integrada só pode ocorrer em empresas que investem em tecnologia.

Esse nível de integração é conquistado utilizando as ferramentas tecnológicas mais modernas que existem atualmente no mercado. Elas interligam todos os setores da empresa, tornando possível que cada um deles tenha informações precisas e detalhadas sobre o negócio, permitindo a utilização desses dados para tomar as decisões necessárias.

Quais são os benefícios da gestão integrada para o segmento logístico?

Um dos principais benefícios que a logística integrada oferece é o fato de tornar possível o controle do fluxo dos produtos. Com todas as áreas do negócio integradas, incluindo as empresas envolvidas na cadeia, o gestor pode acompanhar de perto um fluxo de venda desde o momento em que o fornecedor dá saída dos produtos do seu estabelecimento até a última ponta do processo, ou seja, a entrega ao cliente final.

Assim, o foco desse trabalho não é voltado apenas na atividade da sua empresa, mas em várias etapas da cadeia, beneficiando todos os departamentos envolvidos buscando sempre a otimização de processos com o objetivo principal de tornar a experiência de seus clientes cada vez melhor.

Na imensa maioria dos casos, esses processos integrados ocasionam uma melhoria considerável nos indicadores de produtividade da empresa, redução de custos e, consequentemente, aumento da produtividade. Isso gera valor e, principalmente, aumenta a competitividade do seu empreendimento perante o mercado.

Como otimizar o processo logístico e a satisfação do cliente final?

Tudo o que foi mencionado neste artigo tem como foco principal a satisfação do cliente final. Apesar de existirem outros motivos justos para que a otimização do processo logístico ocorra, como a redução de custo e riscos operacionais, quando voltamos para a questão da lucratividade e crescimento, o principal ponto, sem dúvidas, deve ser os consumidores que compram e contratam produtos e serviços em seu estabelecimento.

Nesse sentido, a otimização do processo logístico, contando com fornecedores especializados, é capaz de potencializar o seu negócio, tornando-o cada vez mais apto a suprir todas as necessidades dos clientes. Quando você investe em um galpão logístico, por exemplo, oferecerá ao seu cliente final todas as vantagens de localização, segurança e praticidade que esses estabelecimentos podem oferecer.

Ao investir em ferramentas tecnológicas e integradas, seus clientes terão a oportunidade de acompanhar de perto toda a transação, podendo saber com mais precisão quando determinados produtos chegarão até o seu estabelecimento e a rota que eles fizeram até a sua chegada.

Portanto, é fundamental que o empresário saiba que quanto mais otimizados forem seus processos, maior será o valor agregado aos seus serviços. Isso impactará diretamente as suas vendas, melhorando a percepção de seus clientes, tornando-os mais satisfeitos com os serviços ou produtos que adquiriram e, consequentemente, mais propensos a fechar outros negócios com valores ainda maiores.

Portanto, o gasto com fornecedores capazes de oferecer todos esses benefícios pode e deve ser enxergado como uma espécie de investimento com altíssimo grau de retorno. Tudo aquilo que possibilita a sua empresa atender melhor os seus clientes deve ser encarado como algo crucial e não como uma simples despesa ou custo.

Como você pode perceber, a gestão estratégica na logística é fundamental para alcançar um altíssimo nível de eficiência desse tipo de serviço. Porém, para que todos esses benefícios sejam percebidos, é necessário contar com fornecedores e prestadores de serviço especializados ao seu lado.

Se você gostou deste artigo e quer continuar aprendendo sobre os diversos temas relacionados a logística, convidamos a baixar o ebook para ter acesso a mais informações relevantes para o sucesso do seu negócio.

Powered by Rock Convert
Avatar

O Blog Logística é um espaço para falar sobre o mercado logístico brasileiro, notícias, opiniões de profissionais reconhecidos e muita informação para você acompanhar tudo bem de perto. Seja bem vindo e boa leitura!

PUBLICADO EM Gestão TAGS:

0 Comentários

COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 × quatro =